• Luama Socio: texto, Walter Antunes: fotos

A paisagem onírica de Itaimbezinho em Aparados da Serra


Pode-se visitar o Parque Nacional de Aparados da Serra, que faz divisa entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, partindo de Porto Alegre em direção à cidade de São Francisco de Paula. O trajeto é curto, em torno de 2 horas. Ali há vários hotéis e pousadas bem interessantes. Como costuma fazer bastante frio, todos os lugares têm aquecedores, de forma que os espaços internos parecem sempre aconchegantes.

Passeia-se por São Francisco de Paula, toma-se café, anda-se pelas ruas de paralelepípedos entre casas de madeira de duas águas e álamos; passeia-se à roda de um bonito lago, às margens do qual está o histórico hotel Cavalinho Branco; o por-do-sol reflete-se nas águas douradas e há patos. Come-se os melhores salames, copas e queijos do Brasil.

Saímos de São Francisco de Paula para visitar o cânion de Itaimbezinho, no parque de Aparados da Serra, que fica nos limites de outro município, Cambará do Sul. Fomos guiados por Rosa, 54 anos, taxista e caminhoneira, uma mulher de personalidade singular e interessante. A paisagem gaúcha é fria, com um toque lúgubre. Há uma solidão plástica.

Cambará do Sul parece uma cidade de sonho, envolta em neblina, com pessoas vestidas com roupas gaúchas tradicionais, casas de telhado inclinado para escorrer o frio.

O maior atrativo do Parque de Aparados da Serra é o cânion Itaimbezinho. O abismo tem 700 metros, feito de paredões verticais e fenda estreitíssima. Dizem que é um dos maiores das Américas, todo cercado por Mata Atlântica e florestas de araucária. Trata-se de uma paisagem grandiosa e magnífica cheia de ecos, cores e sons misteriosos, envolta em neblina e raios de sol.

No parque, percorremos a trilha do Cotovelo. As araucárias são as maiores do mundo; muitos rios transparentes e rasos com pedras ao fundo, teias de aranha prateadas com pingos d’água, bromélias, samambaias, neblina aumentando e diminuindo ininterruptamente e o cânion estupendo, vertiginoso, miríades de ecos de pássaros, gralha azul, papagaios-de-peito-roxo, urubus. Dizem que também há jaguatirica, guaxinim e leão-baio.

O visitante tem a possibilidade de fazer três trilhas nesse Parque, a do Vértice, a do Cotovelo e a do Rio do Boi, esta última é que dá acesso ao interior do cânion. Para esta trilha a entrada é pelo Posto de Informação e Controle do Rio do Boi, que fica no município de Praia Grande/SC.

Mais informações

http://www.icmbio.gov.br/parnaaparadosdaserra/guia-do-visitante.html

#FotosWalterAntunesTextoLuamaSocio #WalterAntunes #walterantunes #katawixilugares #lugaresbrasileiros #turismobrasileiro #ParqueNacionaldeAparadosdaSerra #fotografiapaisagembrasileira #RioGrandedoSul #SantaCatarina #luamasocio #LuamaSocio #Katawixi